quinta-feira, 27 de março de 2014

Polícias da Capital e Grande São Paulo ganham 457 viaturas

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

O policiamento e o trabalho de investigação das polícias da Capital e da Grande São Paulo serão aprimorados com a aquisição de 457 novas viaturas. O Governo do Estado investiu R$ 40,9 milhões na compra de 355 viaturas para a Polícia Civil e 102 para a Polícia Militar.
“São equipamentos e veículos avançados, para que os policiais possam servir melhor nossa sociedade”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira.
O governador Geraldo Alckmin entregou as chaves das viaturas para o delegado-geral da Polícia Civil, Luiz Mauricio Souza Blazeck, e para o comandante geral da Polícia Militar, coronel Benedito Roberto Meira.
                                               Fotos:Rodrigo Paneghine
A Polícia Civil recebeu 355 novas viaturas
A Polícia Civil recebeu 355 novas viaturas
“Temos a maior força policial do país, a melhor e mais bem equipada polícia. Este é mais um passo que damos para torná-la ainda melhor”, ressaltou Alckmin, durante o evento que ocorreu na manhã desta quinta-feira (27), no Sambódromo do Anhembi.
Os novos veículos da Polícia Civil fazem parte de um lote maior. O Governo adquiriu ao todo 647 viaturas, a um custo total de R$ 54,8 milhões. A região de Ribeirão Preto recebeu 48 viaturas deste contrato nesta quarta-feira (26).
A capital recebeu 343 viaturas - 241 da Polícia Civil e 102 da Polícia Militar -, com investimento de R$ 32,6 milhões.
Os veículos da Polícia Civil, que tiveram investimento de R$ 20,1 milhões, são destinados para as oito delegacias seccionais da cidade e os departamentos especializados - de Polícia e de Proteção à Cidadania (DPPC), de Inteligência (Dipol), de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), de Investigações Criminais (Deic), de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), além da Academia de Polícia Civil (Acadepol).
O patrulhamento do Comando de Policiamento de Choque (CPChq) nas ruas da Capital será melhorado com as 102 novas viaturas da Polícia Militar. No total, o Governo do Estado adquiriu os veículos a R$ 12,5 milhões.
Os 4 Batalhões de Choque e a Cavalaria da PM ganharam 102 viaturas
Os 4 Batalhões de Choque e a
Cavalaria da PM ganharam 102 viaturas
O 1º Batalhão, ao qual estão subordinadas as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), ganhou a maior quantidade de carros (67), seguido pelo 2º Batalhão, que faz policiamento em grandes eventos, (17). O 3º – responsável pelo controle de distúrbios civis – recebeu quatro viaturas.
O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), do 4º Batalhão, ganhou três veículos e o Regimento de Polícia Montada (Cavalaria) foi contemplado com 10. O último carro foi enviado ao próprio Comando de Choque.
A frota de veículos da Polícia Civil da Grande São Paulo recebeu o reforço de 114 novas viaturas, que custaram R$ 8,3 milhões. As nove delegacias seccionais receberão os veículos – Carapicuíba, Diadema, Franco da Rocha, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André e Taboão da Serra.
Reforço da frota
De 2011 a 2013, as polícias Militar, Civil e Técnico-Científica de todo o Estado receberam 7.793 novos veículos, com investimento de R$ 367,6 milhões.
Somente em 2013, as polícias receberam 3.711 novas viaturas, com investimento de mais de R$ 157 milhões. A Polícia Militar recebeu 2.751 veículos, que representaram um investimento de R$ 93 milhões; a Civil foi contemplada com 884 carros, no valor total de R$ 59,2 milhões; já a Polícia Técnico-Científica recebeu 76 viaturas, que custaram R$ 4,9 milhões.
Com um investimento de R$ 78,5 milhões, o Governo do Estado adquiriu, em 2012, 1.214 novas viaturas, que foram distribuídas para todo o Estado. A PM recebeu 250 Bases Comunitárias Móveis, no valor total de R$ 29,5 milhões; a Civil ganhou 709 carros, ao custo de R$ 33,7 milhões; e a Polícia Técnico-Científica foi contemplada com 255 viaturas, que custaram R$ 15,3 milhões.
O Governo Estadual destinou à Polícia Militar 2.868 viaturas em 2011. O investimento foi de R$ 131,8 milhões.