terça-feira, 10 de abril de 2012

Caem os números de acidentes, 33% e de vítimas, 25%, no feriado da Semana Santa nas rodovias do Estado de São Paulo

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


Fotos:Acervo/Internet 

O número de vítimas fatais registrou um aumento de 41, para 42, de uma operação para outra, perfazendo um aumento de 2,44%.


Ressalta-se que do total de vítimas fatais, quase 52,3% delas decorreram de acidentes do tipo colisão frontal e atropelamentos, cujo comportamento imprudente de alguns condutores e a falta de adoção de ações seguras por parte dos pedestres, resultaram nessas fatalidades. Em apenas três acidentes do tipo colisão frontal, tivemos um somatório de 14 vítimas fatais, que representou um terço das mortes de todo o feriado prolongado.


Conforme informações do Departamento de Estradas de Rodagem, o volume médio de veículos que circulou nas rodovias estaduais no período do feriado prolongado foi 10% maior do que no ano anterior.
  
Reforço nos recursos operacionais e fiscalização mais rigorosa

Várias medidas para manter as estradas seguras foram realizadas pelos órgãos das Secretarias estaduais de Segurança Pública e Logística e Transportes na chamada “Operação Semana Santa 2012”.

O esforço mútuo dos órgãos que atuam nas rodovias paulistas, o DER, o DERSA, a ARTESP, bem como das diversas Unidades da Polícia Militar (responsáveis pelo policiamento urbano às margens das rodovias, as Unidades do Policiamento de Choque e o Grupamento de Radiopatrulha Aérea) viabilizou a melhoria da qualidade do serviço prestado à sociedade, em prol da satisfação dos usuários.


Em relação à fiscalização por parte dos Policiais Militares Rodoviários nas estradas paulistas, houve intensificação no controle rígido de alcoolemia, de velocidade e na fiscalização de ultrapassagens em locais proibidos, além de outros enfoques abrangidos durante a abordagem de veículos, motoristas e motociclistas.




Indicadores das ações de Polícia de Trânsito

Com o objetivo de coibir condutas nocivas à segurança no trânsito e consequentemente reduzir ocorrências de acidentes, as ações de fiscalização foram intensificadas, resultando em 20.476 autuações lavradas por infrações de trânsito diversas em todo o Estado, principalmente por irregularidades cometidas em movimento (infrações dinâmicas) por condutores imprudentes que põem em risco a integridade física de si mesmos e dos outros.

Foram apreendidos 1.100 veículos, 232 carteiras de habilitação e 2.377 documentos de veículos por irregularidades.

Fiscalização de ingestão de álcool pelos condutores

Quanto às fiscalizações direcionadas ao controle de alcoolemia, foram registradas 320 autuações por embriaguez ao volante, número quase três vezes maior do que o obtido na Operação Semana Santa do ano passado (121). Foram também registrados 26 casos de flagrante da prática criminal de embriaguez, representando um aumento de 86% em relação ao ano anterior, demonstrando o engajamento dos Policiais Militares Rodoviários em identificar e adotar as providências legais de repressão à motoristas irresponsáveis que são surpreendidos na direção de seus veículos sem as perfeitas condições de dirigibilidade.
  
Indicadores das ações de Polícia de Segurança

Já no aspecto da prevenção e repressão criminal, foram presas 58 pessoas em flagrante por cometimento de crimes diversos, 7 procurados pela justiça foram capturados, 8 armas de fogo apreendidas e 15 veículos que haviam sido roubados foram recuperados, resultados das intensivas ações de combate à diversas modalidades de crimes nas rodovias estaduais.

Fonte: Policia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo