quarta-feira, 11 de abril de 2012

SEGURANÇA DE VOO - CENIPA participa de audiência pública no Senado para discutir política de aviação

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
Time line do Blog Renan Contrera no Facebook 
https://www.facebook.com/pages/Blog-Renan-Contrera/273349159365266

                                                                        
                                                                        Foto: Sgt Batista/ Agencia Força Aérea

Cenipa participa de audiência do SenadoO Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), representado pelo chefe da Divisão de Aviação Civil, Coronel-Aviador Frederico Felipe, participou na tarde desta segunda-feira (09/03) de audiência pública na Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil, vinculada à Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, com objetivo de debater as políticas públicas das instituições ligadas à segurança e prevenção de acidentes da aviação civil brasileira.

O Coronel Felipe explicou como funciona o Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER) e mostrou detalhes do trabalho realizado pelo CENIPA há mais de 40 anos. Também falou sobe o trabalho de investigação de acidentes aeronáuticos, que busca compor um retrato completo do ocorrido, e sobre o laboratório de leitura de "caixas-pretas", que funciona em Brasília, o único em toda a América Latina.

A audiência foi convocada pelo senador Vicentinho Alves (PR-TO), presidente da Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil, com o objetivo propor uma nova política de aviação civil. “Esta é uma comissão bastante técnica. Ao final deste ano, nós queremos apresentar ao país um planejamento condizente com o avanço que a aviação vem tendo no país, com legislações específicas, já que o último é da década de 60. A participação do CENIPA é muito importante para contribuir neste trabalho”, afirmou o senador.

Também participaram da audiência o diretor de Operação de Aeronaves da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Carlos Eduardo Pellegrino, e o agente de segurança de voo, Ronaldo Jenkins de Lemos.
SAIBA MAIS - Investigação de acidente aeronáutico é o processo realizado com o propósito de prevenir novos acidentes e que compreende a reunião e a análise de informações e a obtenção de conclusões, incluindo a identificação dos fatores contribuintes para a ocorrência, visando a formulação de recomendações sobre a segurança. O Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER) não trabalha com "causa" de acidente, mas com fatores contribuintes. "Causa" se refere a um fator que se sobressai, que seja preponderante, e a investigação SIPAER não elege um fator como o principal. Ao contrário, trabalha com uma série de fatores contribuintes que possuem o mesmo grau de influência para a culminância do acidente.



Fonte: Agência Força Aérea/CENIPA