sexta-feira, 25 de maio de 2012

Encontro de gerações marca os 63 anos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR)

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com 

Fotos: Agencia Força Aérea/ CB Silva Lopes 

Reni Rosa Farias tem 80 anos de idade, mas acaba de voltar aos 16. “Toda vez que piso neste pátio é como se revivesse um dos melhores momentos da minha vida”, explica com entusiasmo juvenil, momentos antes do desfile na Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena, Minas Gerais. Tenente aviador reformado, Reni é integrante da turma de 1950 – a segunda formada pela EPCAR- e não perde um aniversário da escola. Nesta segunda-feira (21/5), lá estava ele nos 63 anos da EPCAR.

O encontro de gerações, aliás, é o ponto alto da cerimônia. Ex-alunos vieram de vários lugares do país para desfilarem orgulhosos em um grupamento só deles. “Vim do Rio de Janeiro porque devo a minha formação a esta escola”, afirma Ivanir Perdigão de 63 anos, ex-presidente da Associação que reúne ex-alunos.

Até o atual Comandante da Escola, Brigadeiro do Ar Waldeísio Ferreira Campos, não perdeu a oportunidade. Desceu do palanque das autoridades para rememorar os tempos de cadete. “A sexagenária EPCAR transborda jovialidade ao renovar-se a cada ano combinando qualidade com criatividade”, definiu o Brigadeiro antes de colocar o boné dos ex-alunos.

Homenageados, ex-comandantes da EPCAR também não conseguiram ficar imunes às recordações. “Percorrer estes corredores históricos mexe com a memória afetiva da gente”, afirmou o Major-Brigadeiro do Ar Paulo Jorge Botelho Sarmento, Comandante entre os anos de 98 e 2000.

A presidência da solenidade também ficou a cargo de um ex-aluno e comandante. Ministro Superior Tribunal Militar, o Tenente Brigadeiro do Ar William de Oliveira Barros é da turma de 61. Comandou a EPCAR de 96 a 97. “ É impossível não se emocionar”, resumiu logo após autorizar o fora de forma.

Importância - Mais de 12 mil alunos passaram pelas cadeiras do Curso Preparatório de Cadetes do Ar da EPCAR, em Barbacena, e concluíram o ensino médio. A unidade de ensino tem tanta tradição que deixou de ser novidade o fato de seus alunos ocuparem as primeiras colocações em olimpíadas de matemática, que química e de física realizadas no país.

Também conhecida como “Nascente do Poder Aéreo”, a EPCAR prepara futuros líderes da Força Aérea Brasileira. O curso proporciona formação acadêmica e militar. Desde a criação em 1949, quase 500 mil candidatos prestaram o concurso que é extremamente disputado por jovens do país inteiro. Levando-se em conta colégios públicos e privados, a Escola Preparatória de Cadetes do Ar está entre as cem melhores instituições de ensino, entre mais de 25 mil escolas avaliadas pelo Ministério da Educação. Assim como as ladeiras, as plantações de rosas e o inverno rigoroso , a EPCAR também é referência em Barbacena. “Quem passa pela escola, vira filho da cidade”, diz a prefeita Danuza Bias Fortes.


Fonte: Agência Força Aérea