segunda-feira, 14 de maio de 2012

Serie de Reportagem: Entrevista com André Manhani fotografo e grande fã da Fumaça.

Renan Contrera 
renancontrera@hotmail.com


A equipe do Blog Renan Contrera entrevistou o fotografo e grande fã da Esquadrilha da Fumaça André Manhani.  



 Fotos: André Manhani

Olá meus amigos, meu nome é André Manhani, moro em São José do Rio Preto –SP fotografo a 8 anos e a 6 anos fotógrafo de avição também, acompanhando a Esquadrilha da fumaça desde 1991 na época de forma amadora, hoje são mais de 20 anos curtindo esse heróis da nossa aviação, nesse período passaram muito integrantes desde anjos da guarda como oficiais, fiz boas amizades ao longo dos anos, alguns deles estão voando em  céus mais altos. Hoje tenho a Aero Latina um revista eletrônica dedicada a avião civil e militar (www.aerolatina.com.br) além do trabalho fotográfico (www.andremanhani.com.br).  Apaixonado pela aviação desde muito pequeno o sonho de voar hoje mistura-se aos eventos com os aviões da nossa força aérea, viajando pelo Brasil em diversos show aéreos.  Agradeços a participação nesta entrevista e coloco-me a disposição para quaisquer esclarecimentos. (andreaerolatina@gmail.com).

Blog Renan Contrera: André como e quando você começou essa paixão sobre a Esquadrilha da Fumaça ?

André Manhani: Bem Renan, a primeira apresentação que eu vi da esquadrilha da fumaça foi em São José do Rio Preto –SP, o ano era 1986 um  sábado, não lembro a data.   O antigo terminal de passageiro do aeroporto de São José do Rio Preto ficou pequena para tanta gente...lembro me que tinha um alambrado  e muita árvores ao redor prejudicando  minha visão...mas foi um dia incrível eu como muitos meninos saímos com o sonho de ser piloto. Passaram alguns anos para que eu voltasse a ver novamente os aviões vermelhos e brancos nesta época com meu carro e com habilitação...com 19 anos fui ver a fumaça em Lins – SP onde tive a minha primeira experiência como fotografo  (com uma Olympus amadora na mão). Até que para a época e pelo que tinha rendeu boas fotos.  Desde essa época onde a fumaça estava eu tentava acompanhá-los.

        
Foto tira nos 60 anos da Fumaça

Blog Renan Contrera: Como você faz para ir nesses eventos aeronáuticos ?

André Manhani: Em 1999 aconteceu o 1 CIAE em Ribeirão Preto este foi meu primeiro contato com a fotografia de aviação onde pude ver o meu primeiro avião de caça, um F5 e vários aviões de acrobacias aéreas. Este evento eu participei durante 3 anos. Nesta época não era fotografo de aviação e não divulgava minhas fotos em revista ou jornal fazia pela paixão a aviação.  Em 2006 recebi um convite do Jornal onde tinha uma página relacionada a aviação era a comemoração dos 100 anos do santos Dumond  na Base Aérea de Pirassununga SP – AFA, desde lá não parei mais peguei gosto e hoje divulgo minhas fotos em  algumas revistas com a Aero-Latina, e Sites de parceiros, Revistas especializadas Jornais entre outros. Os eventos que participei foramAFA – 2006/07/08/09/10/11 – PAMA-SP 2009/2010 – BAAN – 2009/10/11 – Ribeirão Preto – 2009/10 – Brasilia DF- 2009 (evento no qual fotografei a Patroulle de France)

Blog Renan Contrera: Quais foram os melhores momentos nesse anos de cobertura da Esquadrilha da Fumaça ?

André Manhani: É difícil falar de um melhor momento da fumaça...todos são sempre emocionantes, mas em 2006 a fumaça quebrou o recorde da própria fumaça voando com 12  tucanos de dorso, e agora no próximo dia 12 de Maio serão 13 aeronaves.  Na BAAN de 2011 onde ficamos exatamente no centro da apresentação...os Tucanos passavam sobre nossas cabeças.  E claro a primeira vez que eu entrei dentro de um T-27 da fumaça...foi uma experiência que carrego até hoje.


Blog Renan Contrera: Quais da manobras você mais gosta ?

Andre Manhani: Eu gosto muito do desfolhado,passagem de 4 tempos, break mas a melhor é o DNA – dois aviões em espelho e um 3 avião fazendo círculos entre eles.

Nos do Blog Renan Contrera através da pessoa do Renan Contrera agradece de coração a ajuda do fotografo André Manhani, que com certeza isso é o começo de uma grande amizade