quarta-feira, 29 de maio de 2013

PMs integrantes de missões comemoram Dia de Paz da ONU

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
Foto: Policia Militar 
Os oficiais da PM participaram de missões no Timor Leste e Kosovo
Os oficiais da PM participaram de missões no Timor Leste e Kosovo
Quatro oficiais da Polícia Militar, que enfrentaram missões de Paz da ONU (Organização das Nações Unidas) no Timor Leste e no Kosovo, participaram na manhã de hoje (29) da comemoração do Dia Internacional dos Peacekeepers (os integrantes das missões), no Quartel General do Comando Militar do Sudeste, no Ibirapuera, zona sul da Capital.
A primeira Missão de Paz da ONU remonta ao conflito Árabe-Israelense de 1948. Na solenidade desta quarta-feira, o general do Exército, Adhemar da Costa Machado, homenageou militares que participaram de algumas ações da Organização das Nações Unidas.
Ao longo desses 65 anos, 22 policiais militares de São Paulo serviram em seis países. Um deles foi o capitão Ivan Gonzaga de Oliveira, de 37 anos, que trabalha no Batalhão de Trânsito da PM. Em 2002, ele atuou no Timor Leste, país do Sudeste Asiático, praticando o lema “Juntos servimos a serviço da Paz”.
Durante um ano e meio, o oficial trabalhou no Batalhão de Choque e Intervenções da ONU. “A integração com policiais de outros lugares foi muito importante. Mais de 70 países também estavam em missão. Essa experiência me ajuda muito no meu trabalho de hoje”, comentou o capitão.
Os boinas azuis
Os policiais militares que desejam se tornar “boinas azuis” (como são conhecidos os integrantes das missões) precisam ser oficiais. As seleções são feitas pelo Exército e acontecem duas vezes por ano. Depois disso, os PMs passam por um curso preparatório que é realizado pelo Ministério da Defesa. 
Fonte: Secretaria de Segurança Publica de São Paulo
Materia de: Leonardo Amorim