sábado, 15 de junho de 2013

Demonstração operacional e homenagens marcam cerimônia de 82 anos do CAN

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

  O lendário Campo dos Afonsos no Rio de Janeiro foi o cenário da solenidade que celebrou os 82 anos do Correio Aéreo Nacional (CAN) e do Dia da Aviação de Transportes celebrados na manhã desta quarta-feira (12/06) na Base Aérea dos Afonsos (BAAF), no Rio de Janeiro. Presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, a solenidade foi marcada por homenagens aos veteranos do CAN e demonstração operacional de aeronaves de transporte da Força Aérea Brasileira. A data também finaliza a Reunião da Aviação de Transporte 2013 (RAT).

Membros do Alto Comando da Aeronáutica, oficiais-generais da Marinha, do Exército, do Supremo Tribunal Militar, e autoridades do Rio de Janeiro participaram do evento.

O Tenente-Brigadeiro do Ar da Reserva Hugo de Miranda e Silva foi o homenageado do CAN neste ano. Integrante da primeira turma formada em 1941 na Escola de Aviação Militar, responsável por instruir os primeiros pilotos da FAB, o oficial-general realizou viagens pelo interior do Brasil nas rotas Tocantins - Belém, São Francisco-Fortaleza, no interior Goiás e Rio-Assunção, no Paraguai.

“O CAN sempre teve um valor muito grande para o país porque sempre apoiou as populações no interior”, afirma o militar com voz calma. Uma viagem para bus
car remédios poderia levar um mês pelo rio. “O avião do Correio passava lá, pegavam os pedidos, iam a Belém e dois dias voltavam trazendo tudo”, descreve ao relembrar a realidade do interior do Brasil. “Parece que foi ontem”, finaliza o oficial-general de 94 anos.

Medalha operacional – No comando da unidade que especializa os pilotos na Aviação de Transporte, o Tenente-Coronel-Aviador Cláudio José Lopes Davi do Esquadrão Rumba (1º/5º GAV) foi um dos 88 comandantes, ex-comandantes condecorados com a Medalha Operacional Brigadeiro Nero Moura em 2013. Instituída em 2010, a comenda é um reconhecimento do trabalho na área operacional. “É um incentivo par os jovens que estão iniciando a carreira”, avalia o comandante do Rumba.

  Lançamento de carga - A demonstração operacional de lançamento de carga encerrou a cerimônia de 82 anos do CAN. A aeronave C-130 Hércules realizou o lançamento de carga rasante. Apenas as rodas traseiras tocam a pista por poucos segundos. Tempo suficiente para o paraquedas abrir e puxar a carga pela rampa traseira. O avião arremete e segue a rota. A carga do C-105 Amazonas foi lançada por extração. O paraquedas abre e puxa o primeiro fardo, que automaticamente retira os demais de dentro do compartimento de cargas. Houve ainda demonstração lançamento de cargas múltiplas no C-95 Bandeirante.

Saiba mais – Conheça mais sobre o trabalho desenvolvido pelos desbravadores das rotas pelo interior do Brasil. Veja o 
vídeo e leia naAerovisão especial de 80 anos do Correio Aéreo Nacional (CAN).


Fonte: Agência Força Aérea