quinta-feira, 20 de junho de 2013

Registre uma ocorrência direto de sua casa.

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com



           Agora você pode registrar uma ocorrência dentro de sua casa pelo site da Secretaria de Segurança Publica do Estado de São Paulo http://www.ssp.sp.gov.br/. A Policia Militar informa que algumas ocorrências policiais podem ser registradas via internet. Tal possibilidade dá uma maior amplitude na prestação do serviço publico visa a comodidade e facilidade ao cidadão paulista, além de permitir o racionamento de meios policiais, haja vista que as equipes policiais de serviço despenderão mais tempo no patrulhamento, nas abordagens, nas fiscalizações e, conseqüentemente nas prisões em flagrante, ocorrendo isso na medida em que tais policiais são desonerados do registro destes fatos que podem ser feitos pelo próprio cidadão.
Esta forma de registro conta com menus interativos, vídeos explicativos e notas com as dúvidas mais frequentes, permitindo que o cidadão confeccione Boletins de ocorrência das seguintes naturezas:

·               Ameaça (exceto se houver lesões corporais ou circunstâncias que se enquadram na Lei “Maria da Penha”)
·               Injúria, Calúnia, Difamação
·               Acidente de Trânsito sem vítimas,
·               Furto de veículos (casos de roubo, em que há emprego de violência, não são registrados eletronicamente)
·               Furto/extravio de placas de veículos
·               Desaparecimento e encontro de pessoa
·               Furto/Perda de documentos e celulares.

Os registros de furtos de objetos que não sejam documentos e/ou celulares não podem ser registrados eletronicamente. Os casos enquadrados como sendo da lei “Maria da Penha” exigem procedimentos policiais diferenciados e não serão registrados na Delegacia Eletrônica. São, basicamente, crimes contra mulheres, ocorridos na unidade doméstica (espaço onde as pessoas convivem), cometido por membros da família da vítima, ou por pessoa que tenha qualquer relação íntima de afeto e conviva ou tenha convivido com a vítima.
Há necessidade de o cidadão que fará o registro ter um email para contato. Não possuindo, deverá informar o email de alguém de sua confiança.
Nos casos de furto de veículo e desaparecimento de pessoa, em até 1 hora, um policial entrará em contato com a vítima para angariar maiores detalhes.

Validade
O Boletim Eletrônico de Ocorrência tem a mesma validade que o Boletim confeccionado presencialmente na Delegacia de Polícia. Os casos noticiados via internet serão investigadas pela delegacia da área onde os fatos ocorreram. Nota-se que o site proporciona um ambiente de fácil interação, com notas explicativas e vídeos interativos sobre o preenchimento, inclusive ressaltando sobre a questão da Falsa Comunicação de Crime.

Veículos

Quando do furto de veículo, é importante (além do registro do Boletim de Ocorrência) que a vítima entre em contato, com a Polícia Militar, via 190, o que possibilita, de imediato, que as patrulhas de serviço sejam cientificadas do crime mesmo antes da confecção do Boletim. Desta forma, sendo vítima deste crime, ligue 190, informe o local dos fatos e a placa do veículo e, havendo meios para tal, registre o fato eletronicamente.

Importante

Lembramos aos cidadãos que em casos de crimes mais graves, presença do criminoso no local e de notícia relatando o acontecimento do crime naquele momento (flagrante), o cidadão deve entrar em contato via 190, transmitindo a maior quantidade possível de informações, para que seja encaminhada uma viatura policial e dê o correto desfecho à ocorrência.