terça-feira, 4 de junho de 2013

T-27 Tucano faz último voo pela Esquadrilha da Fumaça

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
Fotos: Sgt Domingos 
A aeronave T-27 Tucano está em operação na Esquadrilha da Fumaça desde 1983. De lá para cá, realizou apresentações pelo Brasil e pelo mundo e inspirou diversas gerações. No dia 28 de maio, o Parque de Material Aeronáutica de Lagoa Santa (PAMA-LS), em Minas Gerais, recebeu as últimas duas unidades utilizadas pela Fumaça. A entrega encerra um capítulo da história do projeto que foi um marco na indústria aeroespacial e na aviação militar brasileira.
v
“Representa o final de uma era de quase trinta anos. Me recordo de cada uma das 150 apresentações que fiz no Brasil e pela América do Sul. Não tem como não se emocionar em ver a missão cumprida pelo avião”, disse o Major Aviador Álvaro Escobar, piloto da Esquadrilha.
“É um orgulho terminar a entrega da frota T-27 Tucano após trinta anos de operação. O T-27 na Fumaça foi um sucesso. O papel do PAMA-LS foi muito importante na manutenção da aeronave”, declarou o Tenente-Coronel Aviador Marcelo Gobett, comandante da Esquadrilha.
v
O T-27 voou mais de 85 mil horas na Esquadrilha, sempre sob gerência do PAMA-LS. A partir do segundo semestre deste ano, a Fumaça irá se apresentar com o caça A-29 Super Tucano. “O nosso Parque está orgulhoso em saber que a Fumaça muda a sua plataforma e continua sendo cliente do PAMA-LS. Apoiamos durante três décadas e continuaremos a apoiar”, disse o Coronel Aviador Adalberto Fontoura Gomes, Diretor do PAMA-LS.
“A aeronave ainda não é um ‘pássaro extinto’ nos céus brasileiros e seguirá operando na FAB por muito tempo, dedicada à instrução dos novos pilotos na Academia da Força Aérea”, afirmou o Capitão Aviador Alvim, gerente do projeto T-27.


Fonte: PAMA-LS