quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Ministros avaliam positivamente a segurança da Jornada Mundial da Juventude

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


Os ministros da Defesa, Celso Amorim, e da Justiça, José Eduardo Cardozo, consideraram positiva a atuação das Forças Armadas e das instituições de segurança pública durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e a visita do papa Francisco ao Brasil.



A avaliação foi feita durante entrevista coletiva concedida pelos dois ministros na tarde desta segunda-feira, no Ministério da Justiça.
 
Na conversa com os jornalistas, o ministro Amorim enfatizou o espírito de coordenação das forças envolvidas. “Não houve perturbação da ordem e garantimos a segurança [do papa] sem constrangimentos”, avaliou.
 
Amorim também destacou a atuação da Defesa na segurança e proteção dos espaços aéreos e marítimos. Sobre a transferência dos eventos do Campus Fidei, montado em Guaratiba, no extremo oeste da cidade do Rio, para Copacabana, o ministro destacou a “flexibilidade dos órgãos de segurança em fazer as adaptações necessárias em 48 horas”.
 
No total, 13.723 militares das Forças Armadas atuaram na JMJ e na visita do pontífice em Aparecida (SP).
 
Os ministros também fizeram comentários a respeito da complexidade do evento, que reuniu características distintas de outros, como a necessidade de garantir a segurança de um chefe de Estado e, ao mesmo tempo, de um líder religioso carismático. “Foi um aprendizado como comando de coordenação”, declarou Amorim, que classificou como “excelente” a gestão compartilhada entre os órgãos responsáveis pela segurança da JMJ.
 
Veja, abaixo, os números dos efetivos e meios da Defesa empregados nos eventos.

Efetivos empregados

- 13.723 militares das três Forças Armadas (Rio de Janeiro e Aparecida-SP)

Meios empregados (apoio ao evento, defesa aérea e marítima)
- 22 embarcações da Marinha (seis navios, incluindo fragatas e navios-patrulha, e outras 16 embarcações de menor porte)

- 11 aeronaves da Força Aérea para apoio direto ao evento (helicópteros H-60 Black Hawk e VH-34/H-34 Super Puma, aviões C-130 Hércules, EMB 190 E e dois Vants RQ-450). Além dessas aeronaves houve emprego de outros meios aéreos nas operações de segurança durante o evento (Super Tucanos A-29, caças F5-M entre outros).