quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Rock in Rio tem esquema especial para movimentos aéreos

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

Haverá coordenação de pousos e decolagens  SRPV/SPA Aeronáutica montou um esquema especial para garantir a segurança do tráfego aéreo na região da zona Oeste do Rio de Janeiro durante o Rock in Rio 2013, evento que começa hoje e vai até o próximo dia 22 de setembro. A expectativa é de 500 movimentos aéreos, um aumento de 52% frente frente aos 328 registrados na edição de 2011 do festival de música. Próxima à Cidade do Rock, o aeroporto de Jacarepaguá normalmente já tem um grande movimento de ultraleves, helicópteros e aviões de pequeno porte.
Haverá a coordenação de todos os pousos e decolagens de aeronaves de segurança pública, de transporte aeromédico, VIPs e de autoridades. Os pilotos serão informados sobre a existência de outras aeronaves, obstáculos e condições climáticas. O trabalho será realizado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) por meio do Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV-SP), órgão responsável pelo Controle de Tráfego Aéreo na Terminal São Paulo e na Terminal Rio de Janeiro.
A Aeronáutica também montou no Riocentro, ao lado da Cidade do Rock, uma estação meteorológica e uma estação extra de rádio. “A estrutura de rádio é importante para garantir a segurança das operações, principalmente em uma área de intenso tráfego aéreo como a de Jacarepaguá. A ação atende não só os helicópteros que se dirigem ao heliponto, mas também a todas as aeronaves que circulam na área durante o período”, afirma o coordenador da operação, Major Aviador Chrystian Ciccacio.
Estação de controlo no Riocentro

Fonte: SRPV SP