quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Os números de queimadas tem aumentado em Tanabi e na região.

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com.br

Com a falta de chuvas, causou um longo período de estiagem em nossa região. E a ação humana são as principais responsáveis pelo aumento das queimadas. Em nossa região os números deste ano são muitos maiores em relação ao ano passado. Em nossa cidade os números se elevaram mais. 
                                                                                        Foto: Renan Contrera
Incêndio em uma
área verde em Tanabi.
Segundo dados do Corpo de Bombeiros de Tanabi registrou em julho de 2013, 14 ocorrências e neste ano 46 ocorrências um aumento de 328% e ate dia 25 de agosto deste ano tinha sido registrado 44 ocorrências sendo que em comparação ao mesmo período do ano passado foram registradas 23 ocorrências tendo um aumento de 191%.

A área atingida por queimadas na região em 2014 já é maior do que ano passado. Segundo dados da Policia Militar Ambiental apontam que 533 hectares, o equivalente a 761  campos de futebol. Em 2013 uma área de 378 hectares foi queimada. A pratica de limpar terrenos colocando fogo ainda é muito comum em nossa região.

Dados do Corpo de Bombeiros apontam que foram identificados 881 casos de foco neste ano, contra 547 em 2013. Esses dados são somado as regiões de Mirassol, Tanabi e José Bonifácio, o crescimento foi ainda maior, de 77,9%.

Causar incêndios em florestas é crime ambiental, sujeito a multa e prisão. O uso indiscriminado em áreas rurais, além de provocar o empobrecimento do solo, também pode ser considerado crime contra o meio ambiente. Conheça a legislação sobre esse assunto como a Lei Estadual 10.547/2000, o Decreto Estadual 56.571/201 e a Resolução SMA 23/2011. Elas estão disponíveis em http://www.ambiente.sp.gov.br/cortafogo/.  

A orientação dos Bombeiros para evitar queimadas não somente no período que geralmente ocorre entre os meses de junho e outubro. Mas como o clima esta seco ate antes deste período devemos tomar cuidado leia as dicas dos Bombeiros:

  •  Nunca jogue pontas de cigarros em locais inapropriados, principalmente nas rodovias, próximo a vegetações. A bituca, alem de poluir, pode provocar grandes incêndios;
  •  Evite fazer fogueiras, fagulhas podem ser levadas pelo vento e espalhar as chamas. Caso seja necessário procure uma área afastada e sem vegetação;
  • Criança não deve brincar com fósforos e isqueiros. O risco é sempre imprevisível.
  • Não solte fogos de artifícios próximos a áreas florestais;
  • Nunca queime seu lixo, qualquer descuido pode ocasionar grandes incêndios. Tente reaproveitar ou reciclar;
  • Muita atenção com o uso de velas. Elas podem parecer inofensivas mas há o risco de causar incêndios de grandes proporções;
  • Se você vive em área rural, mantenha seu terreno limpo, capine as cercas e divisas de sua propriedade. Previna que incêndios nas redondezas se alastrem para seu terreno.
                                       Foto: Corpo de Bombeiros/CBPMESP

O crescimento de queimadas também segue ritmo crescente em plantações de cana de açúcar na região. Se considerar apenas os meses de maio e junho de 2014, os incêndios já superaram todo o período critico (maio a outubro) de 2013. Neste ano já foram identificados pela Policia Militar Ambiental 139 focos de incêndios, enquanto a ano passado foram registrados 77 casos.

As denuncias de queimadas podem ser feitas para a Policia Militar Ambiental pelo telefone    
(17) 3234-4122, na Cetesb (17) 3218-4300 ou para o Corpo de Bombeiros no telefone de emergência 193.

NOTA DA REDAÇÃO: Para a realização desta reportagem foi utilizado como fontes de informações, reportagem o Jornal Diário da Região (Leia aqui), fôlder do comando do Corpo de Bombeiros de São Paulo, e dados do Corpo de Bombeiros de Tanabi