segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Dormentes são apreendidos pela DIG em propriedade rural de Tanabi


Renan Contrera


Na manhã da ultima sexta-feira, 28 policiais civis da DIG foram até uma propriedade rural verificar a denuncia de que nesta propriedade se encontrava dormentes furtados dos trilhos. Foi encontrado cerca de 630 dormentes, o caso será investigado pela policia. E no atendimento desta ocorrência houve um desentendimento entre o advogado do investigado com um investigador da Policia.
Foto: Divulgação/DIG
Os dormentes foram apreendidos e
devolvidos para a empresa
Policiais Civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) receberem uma denuncia que em uma propriedade rural próxima da ferrovia tinha dormentes furtados. Uma equipe da DIG foi até o local onde constatou a existência de 630 dormentes de madeira que pertencia à empresa que cuida da ferrovia na região. O proprietário disse que tinha autorização de um funcionário, encontraram em contato com o funcionário citado o mesmo disse que não tinha dado a autorização.

Os dormentes foram apreendidos e devolvidos para a empresa. Um inquérito será instaurado para apurar o crime de furto e ou por receptação. Outros envolvidos também serão investigados.

Durante o trabalho dos Policiais o advogado do proprietário compareceu no local que exaltado se desentendeu com um dos investigadores com estava com viatura caracterizada, distintivo. Diante da atitude do advogado foi dada voz de prisão pelo investigador e foi conduzido à Delegacia de Tanabi onde foi lavrado termo circunstanciado por desacato e o advogado responderá o processo em liberdade.

O caso dos dormentes será investigado pelos Policiais Civis.


Fonte: DIG