sexta-feira, 28 de outubro de 2011

CONDECORAÇÃO- FAB entrega Ordem do Mérito Aeronáutico a personalidades civis e militares no RJ.

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


Fotos:Divulgação/III COMAR

Entrega da OMA na Base Aérea do Galeão (RJ)A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou a entrega de sua mais alta condecoração na manhã desta quarta-feira, 26 de outubro, na Base Aérea do Galeão (BAGL), no Rio de Janeiro. Entre civis e militares, a Ordem do Mérito Aeronáutico (OMA) foi concedida a 138 pessoas em quatro graus: Grande-Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. A finalidade da OMA é premiar, distinguir e reconhecer notáveis serviços prestados à Aeronáutica.
A solenidade foi presidida pelo Tenente-Brigadeiro do Ar Ramon Borges Cardoso, Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), e teve a participação de Oficiais-Generais da Marinha, Exército e Aeronáutica, além de autoridades dos poderes Executivo e Judiciário.
Entre os agraciados estão o Editor-Chefe e apresentador do Jornal Nacional, da Rede Globo, William Bonner, e a jornalista Lília Teles, repórter da emissora. Ambos receberam a condecoração no grau Oficial.
Bonner afirma que, ao longo dos anos noticiando fatos que envolvem a FAB, construiu uma imagem de seriedade e profissionalismo acima de qualquer suspeita. “A Aeronáutica é acionada em casos de graves acidentes, e em todas as oportunidades em que foi necessário obtivemos da Aeronáutica um grau de transparência e um nível de informação adequados para as nossas necessidades de informar o público”, afirmou.
Lilia Teles, que participou da cobertura do terremoto do Haiti, em janeiro de 2010, relatou que a vivência com os militares da FAB foi um aprendizado. “Foi uma honra ter convivido com esse pessoal, aprendi muito com eles. Essa minha temporada no Haiti fez com que eu me orgulhasse muito da Força Aérea e de todos os militares envolvidos naquele processo”, observou a jornalista.
Agraciado no grau Grande-Oficial, o General de Divisão Eduardo José Barbosa relembrou que, ao longo de seus mais de 30 anos de carreira atuou com a FAB em diversas situações. “Atuamos com as forças co-irmãs em inúmeros exercícios e atividades”, declarou.
As recordações de operações conjuntas também foram evocadas pelo Contra-Almirante Afrânio de Paiva Moreira Junior. “Por ser submarinista, participei de inúmeros adestramentos e treinamentos juntamente com a Aeronáutica e os saudosos P-16, em prol tanto da força de submarinos quanto da Força Aérea”, relembrou.
O Diretor de Saúde da Aeronáutica, Major-Brigadeiro Médico Jorge Marones de Gusmão afirmou que, além da importância de ser a mais alta condecoração da Força Aérea, a medalha tem valor afetivo. “É como se todos os meus comandados ostentassem este colar no pescoço”, comparou.
A Polícia Militar (PM) de Minas Gerais foi agraciada na figura de seu Comandante-Geral, o Coronel PM Renato Vieira de Souza. Além do convívio amistoso e cooperativo, a PM mineira teve um importante papel no início dos anos 1980: auxiliar na formação das primeiras turmas de mulheres militares na FAB.

Veja algumas fotos.

















Fonte: III COMAR