sexta-feira, 11 de maio de 2012

A Esquadrilha da Fumaça incentiva a doação de sangue nos Portões Abertos da AFA

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com



Os visitantes dos Portões Abertos da Academia da Força Aérea (AFA), além de celebrarem os 60 anos do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) - a Esquadrilha da Fumaça -, podem fazer parte de um grupo muito especial, a Esquadrilha da Solidariedade. A campanha de doação de sangue da Força Aérea Brasileira (FAB) une o Hemocentro de Campinas e a Esquadrilha da Fumaça, nos 12 e 13 de maio, com o objetivo de aumentar o número de doadores de sangue para os hospitais de Campinas e região. 


Os doadores recebem um certificado, informações e materiais da Esquadrilha da Fumaça. Os pilotos dos coloridos T-27 Tucano também participam da campanha e vão doar sangue no ônibus do Hemocentro, que estará na festa no domingo (13/05). 

“Com a Esquadrilha da Solidariedade, a Força Aérea Brasileira chama a atenção da população para a importância dos doadores de sangue. Em algumas épocas do ano, os estoques dos bancos de sangue podem ficar pela metade, o que compromete o atendimento e a realização de cirurgias nos hospitais”, explica o Chefe da Seção de Coordenação Aérea, Capitão Aviador Igor Rocha. 

De acordo com a assistente social responsável pelas coletas externas do Hemocentro de Campinas, Roberta Santos, a parceria em eventos de grande porte como os Portões Abertos é importante para incentivar  a doação de sangue na região. A equipe do Hemocentro vai fazer a divulgação da campanha de doação no primeiro dia do evento (12/05), com o Fumacinha, da Turma do Fabinho. O Hemocentro de Campinas espera até 100 pessoas no dia da doação. 

“Considero importante esta parceria com a FAB para levarmos o nosso trabalho a um grande número de pessoas, independentemente do resultado final. Nós estamos precisando de doadores com fator RH negativo, já que o nosso estoque diminui entre os meses de maio e agosto”, destaca Roberta. 
                                             Foto:Agencia Força Aérea/Sgt Batista 
 

A ação Esquadrilha da Solidariedade faz parte da campanha “Doe Sangue, doe vida”. 

Os Portões Abertos da AFA serão realizados nos dias 12 e 13 de maio. Quem quiser participar da Esquadrilha da Solidariedade deve procurar o ônibus do Hemocentro no domingo (13/05), das 9h às 15h. O endereço é Estrada do Aguaí, s/no, Campo Fontenelle, Pirassununga (SP). 

Razões para doar: 
- Cerca de 1,9% da população doa sangue no Brasil;
- São coletadas por ano 3,5 milhões de bolsas de sangue no Brasil, quando o ideal seria 5,7 milhões;
- Um homem pode doar sangue a cada 60 dias, ou até quatro vezes ao ano;
- Uma mulher pode doar a cada 90 dias, ou até três vezes ao ano;
- Uma pessoa de 70kg tem aproximadamente entre dez a doze bolsas de sangue em volume de sangue circulante;
- Normalmente o volume de sangue doado é reposto em vinte e quatro horas após a doação;
- Se a média dos doadores doasse sangue pelo menos duas vezes ao ano, não haveria falta de sangue. 

Requisitos dos doadores: 

- Boa saúde; 
- Ter idade entre 18 e 67 anos e pesar mais de 50 kg;
- Esperar um ano para doar se tiver colocado piercing ou feito tatuagem;
- Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.

Quem não pode doar: 
- Quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade; 
- Mulheres grávidas ou amamentando; 
- Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas; 
- Usuários de drogas; 
- Aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Recomendações aos doadores: 

Nunca vá doar sangue em jejum; 
- Faça um repouso mínimo de seis horas na noite anterior a doação; 
- Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores; 
- Evitar fumar pelo menos duas horas antes da doação; 
- Evitar alimentos gordurosos nas três horas antecedentes a doação.

Fonte: Ministério da Saúde


Fonte: Agência Força Aérea