quinta-feira, 31 de maio de 2012

MAPLE FLAG – Brasileiros participam de reunião inaugural

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
                                                                          Foto: Agencia Força Aérea/Sgt Johnson

Os militares brasileiros no briefings 
Os militares da Força Aérea Brasileira (FAB) que participam da Maple Flag tiveram neste domingo (27/5) o primeiro compromisso oficial do exercício: o briefing inicial da operação. A reunião proporcionou o primeiro contato entre os brasileiros e os militares das forças aéreas da Alemanha, Estados Unidos, França, Reino Unido e Nova Zelândia, que trouxeram seus aviões, além de aviadores da África do Sul, Austrália e México, que participam como observadores.

O primeiro pronunciamento foi do comandante da 4 Wing Cold Lake, o Coronel Patrice Laroche. O comandante deu as boas-vindas aos militares visitantes e destacou que o principal diferencial da Maple Flag é a flexibilidade, já que os países participantes têm oportunidade de sugerir missões e podem até testar novos equipamentos.

Segundo o Major Aviador Cláudio Faria, oficial de guerra eletrônica da equipe brasileira, um dos objetivos da Maple Flag é o intercâmbio de experiências entre as forças participantes. "Independente do grau de importância de uma determinada ação, doutrina ou procedimento que um força pratique, ela deve ser compartilhada com os demais participantes, pois é de suma importância que todos tragam seus modus operandi para que sejam debatidos", disse.

Além da reunião geral, os militares brasileiros tiveram briefings específicos de cada área de atuação, como: manutenção, operações, inteligência, metereologia, controle de tráfego aéreo, pátio operacional, emergências, apoio hospitalar, comunicações, armamento e munição etc.

Ainda no domingo, os pilotos do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1o GTT) participaram da primeira reunião de planejamento operacional, já que o voo inaugural do C-130 brasileiro na Maple Flag está programado para a manhã desta segunda-feira (28/5). Durante o exercício, a aeronave do 1o GTT fará sempre dois voos ao dia, um pela manhã e outro no período da tarde.


Fonte: Agência Força Aérea