sexta-feira, 29 de junho de 2012

Integração marca o primeiro encontro de educadores da FAB

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


Foto:Agencia Força Aérea 

A Escola de Especialistas encerra nesta sexta-feira, 29, o I Seminário sobre educação militar, realizado em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. Há dois dias, representantes de todas as escolas da Força Aérea participam do debate sobre os desafios e as competências da educação militar. Militares e civis discutem práticas pedagógicas, estratégia de ensino e a formação de educadores.
Palestras de professores e autores de renome na área fazem parte da programação. Um dos destaques é a presença do professor mestre Hamilton Werneck, especialista em administração escolar e orientação educacional, uma referência na área de pedagogia no país. “No momento em que você reúne estes militares, você cria uma sinergia para que eles reconheçam o valor do trabalho deles”, diz o escritor que vai falar sobre a ética do saber pedagógico. Oficinas, workshops, dinâmicas de grupo também ajudam a envolver os participantes na reflexão sobre o tema.
Durante a manhã, representantes da Academia da Força Aérea, de onde sairão os futuros comandantes da Aeronáutica, apresentaram um trabalho sobre a formação do instrutor militar, que são os técnicos especialistas, como por exemplo, em tráfego aéreo, navegação aérea ou meteorologia. “Acreditamos que a prática também é produtora de conhecimento”, explica a pedagoga da AFA, Deise Becker Kirsch.
O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), responsável pela formação de oficiais, trouxe para a discussão a pergunta: Qual o papel da tradição na inovação? “A tradição como sinônimo de experiência é vital para a educação do presente e do futuro”, responde a professora Luciana Cristina Santos Mazur. A questão é uma das principais abordadas na revisão do currículo que a escola realiza este ano.
A Universidade da Força Aérea (UNIFA) será a próxima a se apresentar com o tema “Hierarquia Militar: representações sociais de militares da Força Aérea Brasileira". As palestras estão sendo transmitidas on line para todas as escolas da FAB.
Depois de dois dias, o I Seminário sobre educação militar promovido pela EEAR está chegando ao fim, mas a expectativa dos participantes é por outros eventos desta natureza . “A interação entre as escolas de formação e a visão de cada uma sobre o aperfeiçoamento dos instrutores são enriquecedoras”, afirma a Tenente Elida Maria Rodrigues Bonifácio, professora de inglês da EEAR.


Fonte: Agência Força Aérea