quarta-feira, 18 de julho de 2012

Secretaria terá papel importante na segurança da Copa

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


Fotos: Camila Lessa
Autoridades de vários órgãos participaram da primeira sessão de instalação da comissão
Autoridades de vários órgãos participaram da
primeira sessão de instalação da comissão

O secretário adjunto da Secretaria da Segurança Pública (SSP), Jair Burgui Manzano, participou na tarde desta segunda-feira (16) da instalação da Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para Grandes Eventos realizada pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge)
A reunião aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Estadual, para definir os órgãos que farão parte da comissão e qual será a função de cada um deles na organização da Copa do Mundo em São Paulo. Todas as sedes do evento terão suas comissões, criadas para construir um Plano Integrado de Segurança Pública.
O delegado da polícia federal Eduardo Jaworski de Lima é quem preside a comissão. Ele explicou que 15 oficinas temáticas serão instituídas para desenvolver uma série de estudos com base em análise e avaliação de riscos. Por meio dos estudos, os órgãos vão elaborar planos táticos e operacionais para reforçar a segurança durante a Copa do Mundo e outros grandes eventos que São Paulo sediará.
O secretário adjunto disse que todos têm uma missão a cumprir e encorajou as autoridades a darem o melhor de si
O secretário adjunto disse que todos têm uma missão
a cumprir e encorajou as autoridades a darem o melhor de si
Papel da SSP
A Secretaria da Segurança Pública (SSP) desempenhará um papel muito importante em todo o planejamento, pois responderá pela Secretaria Executiva da Comissão. Sua função será orientar, controlar, elaborar e acompanhar todas as atividades para garantir que o melhor seja feito para a segurança da população e dos turistas.
Segundo o secretário extraordinário de Segurança para Grandes Eventos do Governo Federal, Valdinho Caetano, o maior legado da Copa do Mundo não serão os novos equipamentos e sim a maior integração entre as forças policiais do país.
Além da SSP, o Ministério da Defesa, a Agência Nacional de Transportes Terrestres, a Agência Brasileira de Inteligência, a Secretaria Estadual para a Copa do Mundo, as polícias Civil, Militar e Federal, entre outros órgãos, compõem a comissão.
Eduardo Jaworski lembrou que cada departamento representa uma peça fundamental na engrenagem dos projetos. Ao final da reunião, Manzano disse que todos têm uma missão a cumprir e encorajou as autoridades a darem o melhor de si.
O Governo do Estado já conta com outra comissão formada pelos órgãos de polícia e Defesa Civil. O trabalho das duas será complementar, de forma a garantir não apenas o sucesso do evento, mas também um legado para o país.
Autoria da matéria:Camila Lessa e Camila Mello - AI da Secretaria Executiva do Comitê Paulista
Fonte: Secretaria de Segurança Publica de São Paulo