quarta-feira, 15 de agosto de 2012

OLIMPÍADA - Bandeira olímpica chega ao Rio de Janeiro

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

Foto: Agencia Força Aérea 

A bandeira olímpica desembarcou na tarde desta segunda-feira (13) no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, o Galeão. Durante a chegada do símbolo olímpico, um caça A-1 do 1º/16º Grupo de Aviação, Esquadrão Adelphi, fez sobrevoo em homenagem aos atletas brasileiros, que bateram o recorde de medalhas em uma única edição dos Jogos, com 17 conquistas.
No momento em que os atletas, como o velejador Robert Scheidt, medalha de bronze na vela, e o pugilista Esquiva Falcão, medalha de prata no boxe, e autoridades do Comitê Olímpico Brasileiro desciam do avião, foram recepcionados pela aeronave da FAB. Durante a última passagem, a Tenente Aviadora Carla Borges, primeira piloto de caça da primeira linha, saudou os atletas brasileiros com um bater de asas.
"A Olimpíada de 2016 é um marco não somente para a cidade do Rio de Janeiro, mas para todo o país. É um orgulho representar todos os militares da FAB na homenagem a este símbolo olímpico", disse a Tenente Carla.
Entregue a autoridades brasileiras durante a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, a bandeira olímpica ficará no Rio de Janeiro pelos próximos quatro anos, até a realização da Olimpíada de 2016. A bandeira ficará exposta, provisoriamente, no Palácio da Cidade, no Rio de Janeiro, com visitação aberta ao público. Posteriormente, será transferida para o Complexo Olímpico, que está sendo construído na Barra da Tijuca.
“A Força Aérea Brasileira sente-se honrada em acolher a bandeira que simboliza o espírito olímpico e a união dos povos através do esporte. E que a partir de agora insere a cidade do Rio de Janeiro nos Jogos Olímpicos de 2016 para o orgulho de todos os brasileiros”. Essa foi a mensagem emitida pelo controle de tráfego aéreo na freqüência de rádio da aeronave que trazia a bandeira.
Para evitar qualquer tipo de interferência no tráfego aéreo, o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea coordenou o fluxo de aeronaves durante a passagem do avião militar. Não houve nenhum atraso nos voos do aeroporto.
Fonte: Agência Força Aérea