domingo, 21 de abril de 2013

Esquadrões de todo o Brasil participam do evento mais tradicional da FAB

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
Fotos: Sgt Rezende 

Esquadrões se apresentam ao Comandante da Terceira Força Aérea   Agência Força Aérea/ Sgt RezendeA Reunião da Aviação de Caça (RAC 2013) começa nesta quinta-feira (18/04), na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), na cidade do Rio de Janeiro. Os 11 esquadrões participam de um dos eventos mais tradicionais da Força Aérea Brasileira (FAB), que reúne diversas gerações de pilotos.
O anfitrião deste ano é o Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1º GAVCA), que em dezembro completa 70 anos de criação. A programação se estende até o dia 22 de abril, considerado o Dia da Aviação de Caça no Brasil. Os militares se apresentaram nesta manhã ao Comandante da Terceira Força Aérea, Brigadeiro do Ar Luiz Fernando Aguiar. 

“O dia 22 de abril de 1945 é lembrado como a data em que os pilotos do Primeiro Grupo de Aviação de Caça realizaram o maior número de missões na Segunda Guerra Mundial. Ao celebrar esta data, nós preservamos a memória daqueles que representaram o país há 68 anos nos céus da Itália”, explica o  Brigadeiro Aguiar. A III FAE é a unidade 
  militar responsável pelas Aviações de Caça e de Reconhecimento da FAB. Saiba mais sobre a data

Durante a semana, os aviadores vão participar de palestras, em que terão a oportunidade de aprimorar e de trocar conhecimentos na área de atuação. A RAC também é considerada um momento de congraçamento entre as unidades militares do país. Para simbolizar o momento, os pilotos utilizam o cachecol do Segundo Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (2º/5º GAV), o Esquadrão Joker,  que forma os futuros caçadores da FAB. 

No dia da Aviação de Caça, estão programadas demonstrações operacionais com as aeronaves F-5EM, A-1 e A-29 Super Tucano, exposições de aeronaves e comemorativa da data no Hangar do Zeppelin, homenagem aos veteranos de guerra no monumento memorial ao 1º GAVCA, além da entrega da medalha Brigadeiro Nero Moura aos pilotos mais antigos e de troféus para os destaques da nova geração de caçadores. O evento é restrito a convidados civis e militares.

Esquadrões operacionais da Aviação de Caça da III Força Aérea (III FAE): 

- Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Aviação (1º/1º GAV), Esquadrão Jambock - Base Aérea de Santa Cruz – Rio de Janeiro (RJ); 

- Segundo Esquadrão do Primeiro Grupo de Aviação (2º/1º GAV), Esquadrão Pif Paf - Base Aérea de Santa Cruz – Rio de Janeiro (RJ); 

- Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), Esquadrão Jaguar – Base Aérea de Anápolis – Anápolis (GO); 

- Primeiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (1º/3º GAV), Esquadrão Escorpião – Base Aérea de Boa Vista (RR); 

- Primeiro Esquadrão do Quarto Grupo de Aviação (1º/4º GAV), Esquadrão Pacau - Base Aérea de Manaus (AM);

- Primeiro Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (1º/10º GAV), Esquadrão Poker – Base Aérea de Santa Maria - Santa Maria (RS); 

- Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAV), Esquadrão Pampa - Base Aérea de Canoas - Canoas (RS);

- Primeiro Esquadrão do Décimo Sexto Grupo de Aviação (1º/16º GAV), Esquadrão Adelphi - Base Aérea de Santa Cruz - Rio de Janeiro (RJ);

- Segundo Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (2º/3º GAV), Esquadrão Grifo - Base Aérea de Porto Velho - Porto Velho (RO); 

- Terceiro Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (3º/10º GAV), Esquadrão Centauro - Base Aérea de Santa Maria, Santa Maria (RS);

- Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (3º/3º GAV), Esquadrão Flecha - Base Aérea de Campo Grande - Campo Grande (MS).

Esquadrão de instrução da Aviação de Caça da I Força Aérea (I FAE): 
- Segundo Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (2º/5º GAV), Esquadrão Joker - Base Aérea de Natal - Parnamirim (RN).


Fonte: Agência Força Aérea