sábado, 25 de maio de 2013

ÁGATA 7 – FAB e ANAC realizam fiscalização em Surucucu (RR)

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


A Força Aérea Brasileira (FAB) e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) realizaram na segunda-feira (20/05) uma fiscalização no aeródromo de Surucucu, localidade distante cerca de 270 quilômetros de Boa Vista, capital de Roraima. A vistoria contou com o apoio do Batalhão de Infantaria Rio Branco (BINFA-27), da Base Aérea de Boa Vista (BABV), e do Sétimo Esquadrão de Transporte Aéreo (7° ETA), da Base Aérea de Manaus (BAMN).
A equipe partiu da BABV a bordo de uma aeronave Caravan C-98 para o deslocamento até Surucucu. De acordo com a ANAC, o objetivo é fiscalizar de forma presencial aeródromos localizados em região de difícil acesso, porém com movimento significativo de aeronaves. Com essa ação, será possível, na avaliação da agência, apontar possíveis irregularidades, além de contribuir para a melhoria da segurança operacional dos voos.
“O apoio das Forças Armadas é de suma importância para o deslocamento dos inspetores da ANAC e para a efetivação das inspeções, bem como para transmitir à população a mensagem da presença dos órgãos governamentais de forma sinérgica”, explica Claudio Ianelli, gerente-geral da ação de fiscalização da ANAC.
Essa é apenas uma das 35 fiscalizações previstas em aeródromos nas regiões de fronteira e faz parte da Operação Ágata 7, cujo foco principal é o trabalho em conjunto das Forças Armadas para proteção do território brasileiro.
“É uma operação essencial para segurança do país, pois desperta uma consciência de defesa nacional conjunta, na qual as Forças Armadas conseguem trabalhar seguindo a mesma linha operacional, trazendo assim inúmeros resultados positivos”, ressalta o Tenente-Aviador Diogo, do 7° ETA, piloto da aeronave Caravan.


Fonte: Nishimori e OCS BABV