sexta-feira, 28 de junho de 2013

Navio-Patrulha Oceânico “Araguari” é incorporado à Marinha do Brasil

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”
No dia 21 de junho, nas dependências da Base Naval de Portsmouth, no Reino Unido, o Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Araguari” foi batizado e incorporado à Marinha do Brasil em cerimônia presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante-de-Esquadra Eduardo Monteiro Lopes. O evento contou com a presença do Embaixador do Brasil no Reino Unido, Roberto Jaguaribe; do Primeiro Lorde do Almirantado da Marinha Real Britânica, Almirante George Zambellas; do ex-Ministro da Marinha, Almirante-de-Esquadra Alfredo Karam; acompanhado da madrinha do navio, Elisabeth Pinto Heluey.
A cerimônia de batismo foi marcada pelo tradicional banho de champanhe, após o acionamento do dispositivo por sua madrinha, simbolizando o momento em que o navio passou a ter alma e as virtudes de honra, coragem e abnegação, inerentes aos nautas.
Como parte do Programa de Obtenção de Meios, a incorporação do último dos três navios-patrulha oceânicos de 1.800 toneladas, construídos pela “BAE Systems Maritime – Naval Ships”, marca um importante incremento para a segurança e proteção das riquezas da “Amazônia Azul”. O primeiro, NPaOc “Amazonas”, foi entregue à Marinha no dia 29 de junho de 2012 e o segundo, o NPaOc “Apa”, foi incorporado em 30 de novembro do mesmo ano.
A principal característica desses meios é a flexibilidade, o que torna possível serem utilizados em diversas tarefas, tais como: patrulha naval, assistência humanitária, busca e salvamento, fiscalização, repressão às atividades ilícitas e prevenção contra a poluição hídrica.
O “Araguari” é o quarto navio a ostentar esse nome na Marinha e é uma homenagem a um rio de Minas Gerais que atravessa a região do Triângulo Mineiro. Após a incorporação à Marinha, o navio será preparado para navegar em direção ao Brasil.