segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Corpo do taxista é liberado para sepultamento

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com.br
Foto: Reprodução/Facebook
Bento foi assassinado por dois jovens de 18 anos
O Instituto Medico Legal, o IML de Rio Preto, liberou na tarde desta segunda-feira, 19, o corpo do taxista Bento Cruz Gonçalves, 63 anos, que foi vitima de um latrocínio (roubo seguido de morte), cometido por dois jovens de 18 anos, que estão presos suspeitos de cometerem o crime. Bento teria saído para fazer uma corrida e não voltou. Por um mês buscas foram realizadas, mas encontraram o corpo de Bento em avançado estado de decomposição no meio de um canavial. O sepultamento será amanhã, 20/10 às 09h00.

O corpo ficou no IML desde 06 de outubro, quando a Policia Civil prendeu Jose Roberto, 18 anos e Davi Silva também 18 anos, que confessaram terem cometido o crime, levaram os policiais até o canavial onde estava o corpo de Bento, que estava em avançado estado de decomposição.

O IML realizou diversos exames para confirmarem se o corpo era de Bento. Peritos do IML de São Paulo vieram em Rio Preto para colherem a mostras do corpo e de familiares para a realização de exame de DNA.

O velório esta sendo realizado no velório municipal e o sepultamento será amanhã, 20 de outubro às 09h00 no Cemitério Jardim da Igualdade.

Caso Bento                                                                Foto: Renan Contrera

O carro de Bento foi encontrado em uma casa
abandonada próximo ao DTCEA-TNB
Dia 05/09, Bento foi chamado para fazer uma corrida para Monte Aprazível, mas demorou em retornar chamou atenção da família que acionou a policia iniciando buscas pela região e mobilização nas redes sociais.

Dia 06/09 o carro de Bento é localizado em uma casa abandonada próximo ao Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Tanabi (DTCEA-TBN, conhecido como Base Aérea). O veículo não tinha sinais de violência ou algo do tipo.

Por diversos dias policiais, bombeiros, helicóptero Águia da PM, familiares e amigos realizaram buscas em diversos sítios, canaviais e outros em vistas de encontrar Bento, mas sem êxito.

No dia 03/10 Igreja Católica e Evangélica, juntamente com a Secretária de Esportes, Rotary, Rotaract, Interact e diversas outras entidades realizaram uma caminhada pela paz por algumas ruas do centro da cidade, e em um dos momentos o caso de Bento foi refletido.

Imagem: Reprodução/Tv Tem
Peritos do IML de São Paulo tentam confirnar se corpo encontrado é de taxista. Rio Preto (Foto: Reprodução/TV TEM)
Os peritos vieram da capital para colher amostras
do corpo de familiares. 
Dia 05 e 06/10 a policia prende Jose Roberto e Davi Silva, ambos de 18 anos, que confessaram o crime e levaram os policias onde estava o corpo de Bento em avançado estado de decomposição. Os dois foram levados para DIG, que conduziu as investigações e posteriormente para o CDP onde aguardo julgamento. 

E falaram que a intenção era vender o carro para comprar drogas ou usar para transportar entorpecentes, na qual queriam montar um ponto de trafico de drogas onde moravam.  

Na casa de Davi foi encontrado um tijolo de maconha, porções da mesma droga, balança de precisão, ele irá responder também por trafico de drogas. O corpo foi recolhido do local e levado para o IML.


Dia 14/10 peritos do IML da capital vieram a Rio Preto para colherem a mostra do corpo e de familiares para a realização do exame de DNA para confirmarem se o corpo era de Bento.

Dia 19/10 IML libera o corpo para o sepultamento.