quarta-feira, 17 de maio de 2017

Câmara aprova o reajuste salarial dos servidores municipais em 6%

Renan Contrera


Os vereadores aprovaram na noite de segunda-feira, 15 em sessão extraordinária os projetos leis que reajusta o salário dos servidores municipais, e também o cartão alimentação. Também foi aprovada a alteração de referência salarial de algumas categorias da municipalidade.

Com a aprovação da mudança da referencia salarial 03 e 04 para a referencia cinco, de acordo com a tabela de referência salarial tinha 179 servidores que recebiam R$832,89 onde um decreto de lei completava o valor para chegar ao salario mínimo. Estas mudanças tem efeito retroagindo os efeitos à 1º de maio deste ano. As categorias que estava na referencia 03 eram braçal, auxiliar de serviços gerais e outras categorias.
                                                                            Foto: Renan Contrera
Miguel dos Santos Garcia, presidente do sindicato disse
que a luta da mudança da referencia vem de anos,
mas só foi aceita pela administração neste ano.
Na referencia 05 com o aumento de 6% também aprovado na sessão de ontem, o salario desta referencia passa de R$934,54 para R$ 990,64 que receberam esta quantia no mês de junho.
 O presidente do sindicado dos servidores municipais, Miguel dos Santos comentou que a luta para esta mudança já tinha sido apresentada em alguns anos, sendo aceita somente nesta administração.

Reajuste salarial
O Executivo enviou para a Câmara o projeto de lei sobre o reajuste nos vencimentos e salários dos servidores públicos do município, pertencentes à administração direta, indireta e autárquica, ficando reajustado em 6% (seis por cento). Onde 4,08% de revisão geral anual e 1,92% de aumento real.

“Pro sindicato estar resgatando um pouco desse valor [das perdas que tiveram nos anos anteriores] teria que ser um percentual em media de 13%, pra dizer que foi bom. Agora quando a gente olha na visão de 6% é pouco, mas quando a gente olha 30% dos servidores ganham menos que um salario mínimo e vê que esse ano ele vai ter os 6% de reposição, então a gente vê que não foi ótimo, mas também não foi ruim. Foi um passado dado pra a gente buscar inteirar essas perdas com mais otimismo”, comenta Miguel dos Santos, presidente do sindicato.

Cartão Alimentação
Em um projeto de lei separado do reajuste salarial, o Executivo alterou o artigo 1º da Lei Municipal nº 1.743/02 que dispõe sobre o valor do prêmio de assiduidade – cartão alimentação- passado para o valor de R$350,00 mensais. Também terá efeitos retroativos para dia 01 deste mês, pois foi aprovado por unanimidade pelos edis em sessão extraordinária.

Câmara

O Presidente da Câmara Municipal, Marcos Paulo Mazza também deu reajuste aos servidores públicos da casa de leis como o Executivo de 6% no reajuste salarial e de R$ 350,00 no cartão alimentação.