quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Conselho para integrar a inteligência e o planejamento das polícias é criado em São Paulo

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com.br
Foto.: Folhapress
Secretario Alexandre de Moraes
Foi criado o Conselho Integrado de Planejamento e Gestão Estratégica (CIPGE), pela Secretaria de Segurança Publica do Estado de São Paulo. E este conselho tem a finalidade de coordenar as ações policiais e integrar os sistemas de inteligência das corporações. O órgão é ligado diretamente ao gabinete da Secretaria de Segurança e tem o objetivo de aprimorar o trabalho dos policiais e aproximar as corporações. 

O grupo irá propor as formas de criação de um centro de informações único, que integrará centros de operações da Polícia Civil (CEPOL), da Policia Militar (COPOM) e do Corpo de Bombeiros (COBOM).

Umas das atribuições que o CIPGE terá é a elaboração e acompanhamento das diretrizes do Plano Estadual de Segurança Pública, coordenação e análise dos dados dos setores de inteligência, planejamento das operações das Polícias Científicas, Civil e Militar. Inclusive articulando a integração com outros órgão de segurança, da União ou dos Municípios. 

O CIPGE poderá sugerir medidas para controle da letalidade policiais na atividade operacional, além de fiscalizar o Programa de Metas e Bônus por Resultado, 


Por fim, o grupo também irá indicar investimentos nos órgãos policiais de acordo com a dotação orçamentárias e poderá propor mudanças legislativas ou administrativas, para melhorar o trabalho dos agentes.

Além do secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, o grupo será composto pelo secretário adjunto da pasta (Mágino Alves Barbosa Filho), chefe de gabinete da SSP (Olheno Ricardo Scucuglia), delegado-geral da Polícia Civil (Youssef Abou Chahin), comandante-geral da Polícia Militar (coronel Ricardo Gambaroni), superintendente da Polícia Técnico Científica (Ivan Dieb Miziara), comandante do Corpo de Bombeiros (coronel Marco Aurélio Alves Pinto), além de quatro pessoas indicadas por Moraes que atuem na área de segurança.

Os centros integrados de Inteligência de Segurança Pública (CIISP), de Comando e Controle (CICC), de Operações Coordenadas (CIOC), além do Grupo de Tecnologia da Informação (GTI), Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) e o Gabinete de Gestão de Crises serão subordinados diretamente ao CIPGE.

A criação do Conselho deverá ser publicada nesta sexta-feira (23), no Diário Oficial do Estado.