sábado, 25 de julho de 2015

Vereadores de Tanabi cassam o mandato do Dida

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com.br
Fotos: Renan Contrera
População e familiares estiveram presentes na sessão
Foi realizada na manha de ontem, sexta-feira 14 de julho, a sessão para a cassação do mandato do vereador Gésio Reis, conhecido como Dida. Após a prisão do vereador por suposto envolvimento com o trafico de droga o vereador Valdir Uchôa apresentou denuncia na Comissão de Ética da casa de leis contra o Dida por quebra do decoro parlamentar.

Em fevereiro deste ano o vereador Valdir Uchôa apresentou denuncia a Comissão de Ética da Câmara contra o vereador Gésio Reis da Costa Viveiros por quebra do decoro parlamentar, conduta violadora da ética. Na qual Dida esta preso acusado de vários crimes tais como trafico de drogas, roubos de maquinas agrícolas e outros.

Assim a comissão de ética começou a analisar os fatos, ouvir testemunhas contras e a favor ao denunciado, tendo acesso ao processo da Vara Criminal de Palestina, onde começaram as investigações criminais, o processo contém mais de 2,5 mil paginas. O relatório apresentado pelo vereador Fabricio Missena com 12 paginas, com trechos das gravações telefônicas obtidas com autorização da justiça sugerindo a cassação do mandato do vereador Dida por prática de conduta violadora da ética e do decoro parlamentar.
O processo criminal tem mais de 2,5 mil paginas


A sessão da cassação do mandato foi realizada ontem, começando com a leitura do relatório, processão disciplinar, Representação do denunciante, defesa preliminar do denunciado, alegações finais do denunciante e leitura do parecer final da comissão de ética que foi sugerindo a cassação.

Posteriormente fizeram uso da palavra dos vereadores João Ribeiro e Marcos Paulo Mazza, e por final o relator da comissão Fabricio Missana. A defesa do Dida, o advogado Carlos Simão Nimer fez a defesa de seu cliente por mais de uma hora e meia.

Para a cassação do mandato de Dida era preciso oito votos, dois vereadores não votaram Valdir por ser o denunciante e Osmar do Nascimento que assumiu a cadeira de vereador. Todos os vereadores votaram a favor o relatório que sugeria a cassação do mandato do vereador Dida.

Carlos Simão Nimer fez a defesa de Dida
Apesar de ser um momento critico a sessão ocorreu tranquila, o presidente da Câmara solicitou a presença da Policia Militar para garantir a ordem, mas a sessão ocorreu tranquilamente.

OPERAÇÃO

O Gésio Reis e outras cinco pessoas foram presas na Operação Ave de Rapina em dezembro do ano passado, desarticulada pela DIG e DISE que são delegacias especializadas em investigações e combate ao trafico de entorpecentes. Os policias chegaram ate essas pessoas por investigações que começaram a mais de um ano antes da operação. Na operação foi apreendido maquinas agrícolas, carros dos investigados, talões e carimbos.


Lembrando que o julgamento da justiça não ocorreu na Vara Criminal em Palestina. Este ato foi politico cassando o mantado de vereador, agora Dida não é mais vereador, Osmar do Nascimento que assumiu a cadeira de Dida.