domingo, 27 de setembro de 2015

ACIT traz o Projeto PEIEX para empresas de Tanabi

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com.br


A Associação Comercial e Industrial de Tanabi, traz para as empresas da cidade o Projeto PEIEX, que tem como objetivo incrementar a competitividade e promover a cultura exportadora empresarial. O projeto oferece vários serviços de capacitação e assessoria gratuita. As empresas que estão sendo atendidas são:  Alumínios Marlux, JB Bechara Industria de Móveis, Industria de Urnas Tanabi, Panini Pães Congelados e Industria de Alumínios G.Dias. O Projeto Extensão Industrial Exportadora, PEIEX existe desde 2009 e já atendeu mais de 18 mil empresas no Brasil, esta em 14 Estados da Federação. É realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) em parceira com a Fundação Vanzolini, vinculada à Politécnica da USP.
                                    Foto: Renan Contrera
Diretores da JB Bechara em reunião com representante da ACIT e do projeto PEIEX
Esquerda para direita. Marcos Bechara (JB), Gabriel Arcanjo (ACIT), Rodrigo Bechara (JB), 
Flavio Teodoro (Projeto PEIEX) e Bell Bechara (JB)
O programa oferece uma consultoria técnica com diagnósticos da capacidade de exportação de cada companhia e apontam soluções para problemas técnico-gerenciais, além de incrementar a competividade, busca promover a cultura de exportadora e incrementar a competitividade internacional das empresas, tudo isso é oferecido gratuitamente aos participantes.

“O objetivo é capacitar as empresas para exportação, nos atuamos em seis áreas o escopo do projeto em planejamento estratégico, finanças e custos, vendas e marketing, comercio exterior, produtos e processos, capital humano, onde a gente faz um diagnóstico dessas áreas gera para o empresário um relatório das possíveis ações que ele tem que tomar, para que se toner mais competitivo e para exportar”, diz Flavio Teodoro Dias, técnico em extensionista.

Este  projeto gera ao empresário oportunidade para a empresa conhecer as facilidades da exportação; diversificação de canais comerciais; diagnósticos de oportunidades de melhorias; capacitações e muito mais. “O beneficio é a exportação, hoje com esse câmbio o empresário olha muito contente pra isso, mas não é só isso que a exportação traz, tem uma serie de vantagem, uma das vantagens principais é você esta em outros países e você tem um aprendizado dos produtos que você concorre, traz todo aquele aprendizado que existe sobre desenvolvimento, design, e o design para indústria de moveis é muito importante, então trazer essas melhorias e aprendizados de outros países para ser aplicado na empresa, novos processos, novos fornecedores só traz vantagem para o empresário”, acredita Flavio Teodoro.

Para Rodrigo Bechara, Diretor de Produção da JB Bechara, a expectativa do projeto “É melhor possível, a intenção é fomentar a exportação dentro da organização, e a JB vislumbra  para este ano e para o próximo ano uma estruturação de uma nova área que é essa de exportação além de termos um serviço de consultoria em todas as outras áreas da organização”, comenta Rodrigo.

A elaboração de cada diagnóstico leva em média dois a três meses, por setor da empresa participante, e as empresas continuam tendo acompanhamento durante a implantação das mudanças, que variam de desde soluções gerenciais internas a ações externas relativas ao acesso a novos mercados e adequação de produto.


Fontes: Projeto Peiex, Comex do Brasil.